Enciclopédia Açores XXI
Advertisement

Na primavera de 1997, uma erupção submarina no Banco D. João de Castro. Intensa atividade microssísmica foi registada.